TEATRO- MARCIO CASTILHO

19 de junho de 2022


 

TEATRO

 

Não te enganes com quem sou,

Não sou fácil de lidar;

Sou dócil para falar,

Mas também sei ser ator.

 

Posso fingir ser contente

Ás vezes, quando estou triste;

Posso agradar quem agride

Ou ferir eternamente.

 

Posso viver por um dia

Ou por semanas serenas

Ser o que jamais seria.

 

Posso assimilar, no entanto,

Que este viver é apenas

Feito de teatro e encanto.

 

Márcio Castilho

1 comentários:

  1. Muito linda esta poesia, parabéns.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    ResponderExcluir