ANO de 2020

30 de dezembro de 2019
Ano novo



Que em 2020 possamos sorrir mais... amar mais... abraçar mais... acreditar mais... lutar mais... ter muito mais coragem para os tombos normais que a própria vida nos oferece....rsrsrsrsr...nada de choro, nada de reclamação, nada de negatividade, bora agradecer sempre ao universo , aos amigos, à família porque não estamos aqui por acaso, vamos fazer nosso dever de casa?
Esse final de ano vivi uma experiência única em minha vida  e foi "massa" porque sinto que me fortaleci espiritualmente, e como não sou movida a bens materiais , isso me trouxe outra visão ... estou em mim numa fase de grande mutação!
Que a Luz do Sol sempre esteja dentro de todos nós!

23 de dezembro de 2019
Natal

ENTÃO É NATAL

“Então é Natal
A festa Cristã
Do velho e do novo
Do Amor como um Todo”( Simone)

Quando somos crianças, esperamos pelo “Papai Noel”, porque o “velhinho” não se esquece dos privilegiados socialmente!
Lembrei-me de um grande amigo, que um dia me contou muito emocionado sua história de Natal:
- Quando eu era criança, sempre achei o “Papai Noel” um “velhinho sacana”, pois nunca me trouxe presente, e meus amigos ganhavam bicicletas, velocípedes, o máximo que eu podia era pedir uma carona ou empurrar seus brinquedos. Sentia-me sempre diferente e um verdadeiro “esquecido”, mas isso me deu coragem para estudar, vencer e ser uma pessoa de destaque na sociedade. Casei-me e meus filhos sempre esperaram e ganharam grandes presentes do “Bom Velhinho!”
- Imaginei como tantas crianças devem chorar, esperando um presente!
No Natal faço minhas reflexões sobre a humanidade; os preconceitos, as exclusões, a miséria, o desamparo social, que devasta alguns povos, resultando em doenças e mortes incontroláveis. O abandono dos idosos em asilos tristes e vazios, que é a realidade do nosso país. Percebo que alguns filhos os deixam, e vão livremente viver a juventude, sem nenhum sentimento profundo, pois são empecilhos em suas vidas!
A noite de Natal deve ser leve como a neve, sem muitas lembranças para não aguçar a tristeza; sem exageros, sem desperdícios, pois muitos gostariam de ter uma mesa repleta de alimentos todos os dias, ou pelo menos o “necessário” para manter a dignidade humana!
Há uma relativa nostalgia nessa data, sempre observo pessoas sozinhas pelas ruas até meio pensativas, mas caminham, continuam a jornada e não há como evitar a solidão, ela existe e pronto!

A Vida deveria ser sempre uma Grande festa de NATAL!

“Então é Natal        
E um ano novo também
Que seja Feliz
Quem souber o que é Bem”(Simone)




EU EM MIM- Elyane Lacerdda

28 de novembro de 2019
poema EU EM MIM

Eu em MiM

Sou mais que louca
Desatinada em poucas que sinto
Dentro de mim
Eu em Mim
Suor que desabrocha
Vida que acende e acalma
Numa aflição sem cor
Num sofrer da alma
Eu em mim
Sempre ...
No calabouço vital
Nas armadilhas alheias
Hei de chegar
Calada
Suada
Simples e profunda
Eu em Mim
Num toque de viver continuo
Olhar sem destino
Reviver Nada...
Mais que as labaredas atiradas
Olhares vazios
Noites de intensa perplexidade
Bocas que se atiram
Jogadas ao acaso
Eu em Mim
Sou Nada
Mais que a madrugada
A noite...
O vazio ...
Um beijo ...
A vida...
Reflexo
Do Poço
Intenso e vivo...
Eu em Mim ..